O desfralde do segundo filho - Papai Educa

compartilhando a

paternidade ativa

Leandro Nigre

LEANDRO NIGRE

Pai do Joões, em seu plural consagrado, João Guilherme e João Rafael, esposo da Dayane, jornalista, palestrante, articulista sobre paternidade, especialista em Mídias Digitais, editor-chefe de jornal impresso, em Presidente Prudente.

saiba mais »

O desfralde do segundo filho

Mais conscientes, sabemos que não faremos o processo, mas será ele quem irá se desfraldar

21 de Outubro de 2019
0 comentários

Chegamos ao desfralde do Rafa com a esperança de que, também nesse quesito, nenhum filho seja igual ao outro. Como já relatei, o desfralde do Gui foi traumático. O xixi, assim como o Rafa, ele assimilou bem, já nos primeiros dias, mas o cocô foi um desafio que só.

Foto: Arquivo Pessoal

Foi 1 ano de tentativas: penico, redutor de assento, fraldas, longos dias sentados à frente do vaso sanitário à espera de que ele fizesse cocô sem choro, lágrimas e gritos! Nunca me imaginei no chão, cantando “Cocô, cocô, cocô, você é meu amigo”, enquanto meu coração se espremia para que a contração viesse e ele se permitisse livrar do tormento. Visualizou a cena, não é?

Por recomendação da pediatra, e já com 3 anos, buscamos tratamento psicológico, pois não havia nada físico que o impedisse: sem ressecamento, nem dor. Era um controle voluntário dos mecanismos de evacuação. A encoprese! Ele dominava bem os esfíncteres.

De personalidade forte, João Guilherme revelou na psicoterapia que estava mandando na casa e no próprio organismo. Era hora de intervir! Tivemos de ser mais firmes e permitir que ele adquirisse autonomia e coragem para o processo natural. Para ele, a evacuação era uma experiência negativa e ele segurava as fezes por medo. O pequeno chegou a ficar seis dias sem evacuar! Buscamos a emergência médica algumas vezes. No banheiro da sala de espera, ele fazia! Desesperador! Tudo passou...

Iniciamos há uma semana com o Rafa. E, mais conscientes, sabemos que não fazemos o desfralde, mas ele é quem se desfralda. Ele ainda não se adaptou ao sanitário para o número 2, mas a sua hora virá! Muita paciência e amor... Desta vez, o livrinho “O cocô amigo”, da @maurenveras, está nos servindo de apoio. Ilustrativo e de linguagem simples, ele adorou. E por aí como foi o desfralde?

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O comentário é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não representa a opinião deste site. Após avaliação, ele será publicado. Seu email será preservado.

MAIS 0 COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para este artigo.

© 2016 Papai Educa. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido Prudente Empresas

Assine o blog

Inscreva-se e receba atualizações
do nosso conteudo no seu email.