Um furto a mim - Papai Educa

compartilhando a

paternidade ativa

Leandro Nigre

LEANDRO NIGRE

Pai do Joões, em seu plural consagrado, João Guilherme e João Rafael, esposo da Dayane, jornalista, palestrante, articulista sobre paternidade, especialista em Mídias Digitais, editor-chefe de jornal impresso, em Presidente Prudente.

saiba mais »

Um furto a mim

“Os comuns” têm furtado silenciosamente no dia a dia o que realmente deveria nos importar

16 de Março de 2019
2 comentários

Ultimamente tenho pensado muito sobre a qualidade do tempo e, especialmente, ao que é prioridade a mim. E olha que acreditei que o prioritário se contava nos dedos da mão. Longe disso, mas na triagem há uma enxurrada turva, que requer urgência e clareza da importância, para não colocar tudo entre aquilo que se “empurra com a barriga”.

Foto: Arquivo Pessoal

“Os comuns” têm furtado silenciosamente o que realmente deveria nos importar. E sem prioridades altamente definidas, embarcamos nas metas alheias ou em seus “comuns”. A vida do outro parece mais leve, bela, feliz, mas se eu pudesse lhe dar um conselho, seria: não acredite o tempo todo nas redes sociais. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Elas são aliadas da mesmice, uma vitrine mentirosa, de produtos piratas e contrabandeados daquele do lado. Está tudo igual, cópia, feito arroz insosso. Uma hora enjoa. Defendemos a necessidade de presença física à família e não queremos ficar off-line.

A vida não passa tão lentamente como se imagina. Nossos filhos crescem e o mundo cruel tem até os roubado de nós, nossos pais envelhecem, adoecem, morrem, nosso casamento está à espera e a família precisando de resgate real, abraços, beijos, carinho, atenção... Aqueles longe das telas do celular. O tempo pode ser usado a nosso favor. É só querer. E se não houver mudança, amanhã pode ser que a prioridade seja apenas desvencilhar-se da culpa.

* Os textos só podem ser reproduzidos mediante autorização do autor e desde que citada a fonte.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O comentário é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não representa a opinião deste site. Após avaliação, ele será publicado. Seu email será preservado.

MAIS 2 COMENTÁRIOS

Juliana

19 de Março de 2019

Estou numa onda de reflexão exatamente sobre o assunto que você trouxe - precisamos andar um pouco na contra mão do mundo e estar mais presente! E com tempo de qualidade mesmo! Ao invés de procurarmos registrar tudo para postar, vamos viver mais, rir mais com os pequenos (no meu caso meus sobrinhos) e deixar o social um pouco de lado! Obrigada pelo post!

Ana Catarina

19 de Março de 2019

Olá, Acredite que o tempo mais valioso é aquele que passamos junto dos nossos mais que tudo! Aí temos a certeza de que o tempo é valorizado e não banalizado, como por exemplo, se passassémos um fim-de-semana inteiro a trabalhar. Como tu, ultimamente, foco-me imenso nisso! Abraço http://tudosoblinhas.blogspot.com

© 2016 Papai Educa. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido Prudente Empresas

Assine o blog

Inscreva-se e receba atualizações
do nosso conteudo no seu email.