Programa convida famílias a se conectar pelo brincar - Papai Educa

compartilhando a

paternidade ativa

Leandro Nigre

LEANDRO NIGRE

Pai do Joões, em seu plural consagrado, João Guilherme e João Rafael, esposo da Dayane, jornalista, palestrante, articulista sobre paternidade, especialista em Mídias Digitais, editor-chefe de jornal impresso, em Presidente Prudente.

saiba mais »

Programa convida famílias a se conectar pelo brincar

Site com conteúdo aberto e gratuito oferta ideias de diferentes brincadeiras para serem feitas em casa

20 de Abril de 2020
0 comentários

E aí, gostou da produção dos meninos? Nos inspiramos no conteúdo do site da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa! Nele há diversas dicas de atividades para serem desenvolvidas com as crianças, inclusive segmentadas por faixa etária para auxiliar os pais. E o melhor de tudo: com materiais que temos em casa, fomentando o pensamento criativo, colaborativo, a resolução de problemas, a empatia e o trabalho em grupo.

Foto: Arquivo Pessoal

Brincar conecta! Este é o espírito do Programa Aprendizagem Criativa em Casa, da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, lançado no dia 3 de abril. No novo site, mães, pais e familiares de crianças acessam atividades lúdicas e educativas, abertas e gratuitas, para fazerem em casa, com materiais, ferramentas e espaços que tiverem, com ou sem computador.

O programa foi criado para oferecer conteúdo e inspiração para atividades práticas, interessantes, instigantes e inventivas que ajudam a aproximar adultos e crianças com brincadeiras divertidas. Além disso, objetiva-se fazer com que pais, mães, familiares, crianças, jovens estudantes e educadores se interessem por uma experiência de aprendizagem mais criativa e mão na massa.

Para Leo Burd, diretor-executivo da Rede Brasileira Aprendizagem Criativa e pesquisador no MIT Media Lab (EUA), “o programa permite que crianças, pais e familiares vivenciem experiências de aprendizagem criativa em sua convivência familiar e se conectem, de forma significativa, por meio de projetos mão na massa, com materiais simples, livre experimentação, imaginação e expressão pessoal”. Os benefícios da prática são muitos, explica ele: “são trabalhadas habilidades como criatividade, colaboração, empatia e o pensamento crítico. Há também o incentivo ao trabalho com paixão e propósito, em projetos relevantes para as pessoas”.

Essa é a primeira vez que a RBAC, criada em 2015 e apoiada pela Fundação Lemann e pelo MIT Media Lab, trabalha a família como principal foco em um programa específico. Para o Programa de Aprendizagem Criativa em Casa, a RBAC também conta com o apoio da Fundação LEGO. No momento em que os milhões de familiares e crianças do Brasil estão em casa, devido à pandemia da COVID-19, ter acesso a conteúdo relevante, confiável e gratuito se faz importante. 

Além das atividades para crianças a partir de 3 anos e de dicas para a criação de um “cantinho mão na massa”, o ambiente virtual, colorido e alegre do site estimula o compartilhamento dos projetos produzidos pelas crianças e famílias (nas redes com as hashtags #AprendizagemCriativaEmCasa e #BrincarConecta) e oferece conteúdo extra sobre aprendizagem criativa. Cuidados são recomendados, como limpeza do local da atividade e dos materiais utilizados e compartilhados. A curadoria, desenvolvimento e adaptação de brincadeiras sugeridas pelo site é da RBAC, que conta com uma equipe de profissionais capacitados pedagogicamente para garantir que as atividades sejam adequadas para as crianças e atinjam os objetivos propostos. A coordenação pedagógica da RBAC é de Carolina Rodeghiero, pesquisadora do MIT.

Corre lá para ver quanto material gratuito e relevante tem para fazermos, sobretudo neste período em que os pequenos estão em casa por conta da quarentena imposta pela pandemia do coronavírus. Os meninos curtiram produzir esta cidade, cuja referência no site foi a Aldeia Criativa. Nos diz o que achou do trabalho deles!

Aprendizagem criativa

O conceito da aprendizagem criativa pode ser traduzido em 4 Ps: Projetos (criar algo); Paixão (de maneira significativa); Pares (com outras pessoas); Pensar Brincando (de forma livre e divertida). Ao incentivar a criação de projetos pessoais tais como poemas, maquetes, peças de teatro, joguinhos de computador e carrinhos de madeira, a aprendizagem criativa favorece o desenvolvimento de atitudes, habilidades e conceitos que, além de cada vez mais centrais para a vida no mundo contemporâneo, conectam-se de forma relevante aos currículos de ciências, tecnologia, engenharia, matemática, artes e outras áreas do conhecimento.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O comentário é de responsabilidade exclusiva de seu autor e não representa a opinião deste site. Após avaliação, ele será publicado. Seu email será preservado.

MAIS 0 COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para este artigo.

© 2016 Papai Educa. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido Prudente Empresas

Assine o blog

Inscreva-se e receba atualizações
do nosso conteudo no seu email.